[

Como reduzir as contratações erradas

]
[ Home > Blog > Como reduzir as contratações erradas]

Contratar um profissional sempre é um assunto delicado dentro de uma empresa. Você deve se lembrar de algum candidato que era perfeito no processo seletivo, mas que quando começou a trabalhar foi um desastre total. E a tragédia vai além. O custo de uma contratação ruim é de até 40 salários do cargo em questão, fora o tempo e a energia que são perdidos. Portanto, fica evidente o valor que se tem em reduzir as contratações erradas.

Então, para evitar que cenários como esse sejam frequentes em sua empresa, vamos falar sobre 3 pontos essenciais para a evolução do processo de seleção.

1. Investigue os comportamentos do candidato, indo além do domínio técnico

É claro que habilidades técnicas são importantes, e até mesmo cruciais em alguns cargos, mas isso deveria passar longe de ser o único guia. Entender o comportamento do candidato dá base para avaliar a aderência ao cargo, a cultura da empresa, ao gestor e a equipe de trabalho.

Fazer uma checagem real de referências, aplicar provas e jogos empresariais pode ajudar bastante na análise do comportamento da prontidão do candidato. De fato, isso pode se mostrar suficiente para os casos em que a vaga se parece muito com os desafios já vividos pelo profissional.

No entanto, na maioria das vezes as pessoas são atraídas pela oportunidade de subir um degrau. Para esse tipo de seleção, é preciso ir além. Não basta olhar apenas para o que a pessoa fez e aprendeu no passado e a bagagem que ela tem no presente. Dessa forma, se faz necessário buscar ferramentas mais robustas, que permitam a avaliação do potencial do candidato, como a entrevista por competências.

2. Entreviste por competências ao invés de entrevistar no formato tradicional

Ao entrevistar por competências, as chances de sucesso são grandes. Por meio disso você mantém o processo organizado e estruturado, e assim, faz a seleção tomando os resultados passados como um poderoso sinal do que pode ser trabalhado no futuro.

Quando você usa esse tipo de tática na seleção, você entende melhor como o candidato pensa, faz uma projeção com base em fatos do passado e tem um olhar mais completo e seguro do profissional, o que inclui virtudes e pontos de melhoria.

Com esse grau de imersão, você verifica pontos importantes que te levam a escolha de um profissional que vai somar valor a empresa, além de reduzir o número de contratações erradas. 

Apesar de ser um método antigo e bastante conhecido, muitas vezes a entrevista por competências é ineficaz ou mal empregada. Para aplicá-lo com consistência e de forma positiva no seu processo de seleção, conheça os 7 fundamentos validados para selecionar por competências e estude a fundo a técnica SAR.

3. Avalie o potencial de desempenho futuro com uma ferramenta confiável

Como já vimos, a maioria das admissões são de pessoas que procuram por uma oportunidade em um cargo com desafios superiores aos demais já vividos. Nesse caso, é preciso medir o potencial de desempenho futuro, e para isso é crucial uma ferramenta de peso.

Quando o assunto é potencial, devemos pensar na personalidade do candidato. Ou seja, naquilo que o ser humano faz de forma natural, sem precisar pensar, e que em alguns contextos o torna mais forte.

Aqui vale a pena alertar sobre o contraste entre a personalidade e o comportamento. Enquanto a primeira é a essência de uma pessoa, que é formada na infância e permanece constante ao longo da vida, o segundo permite aprendizado, ajustes e progresso.

Portanto, para medir o potencial de desempenho futuro, é na personalidade que você deve focar. Pesquisas do Gallup em parceria com a Universidade de Nebraska mostram que ao desenvolver uma pessoa mediana é possível notar uma melhoria de 67%. Já para fazer o mesmo com o que tem aspectos que o tornam forte, o resultado é formidável, chegando em 729% de ganho.

Para mapear em detalhes a personalidade de um profissional, o L.A.B.E.L. é o único instrumento com garantia da confiabilidade dos resultados. Você tem em mãos um conjunto de dados seguro e pode fazer uma escolha mais precisa.

Com a finalidade de complementar, é possível aplicar atividades práticas para identificar o potencial, seja por meio de testagem, feedback ou auto análise.

Quer aprender mais sobre como reduzir as contratações erradas?

Leia sobre o potencial e veja como ele pode ser identificado. Confira também outras vantagens do mapeamento de potencial.

Por Camila Watanabe I Publicado em Agosto de 2020

AUTORA [People ]
VOLTAR
Cadastre-se e receba
novidades em seu e-mail