[

Teste comportamental X de personalidade

]
[ Home > Blog > Teste comportamental X de personalidade]

Muitos usam os dois termos, teste de personalidade e teste comportamental, como sinônimos. Entretanto, a proposta e o resultado entregues por cada um deles é completamente diferente. A nomenclatura já dá indícios da diferença, enquanto o primeiro olha para personalidade, o teste comportamental mapeia o comportamento aprendido.

Mas na prática o que isso significa? Qual dos métodos é melhor? Quando utilizar cada um deles? Continue lendo o artigo e tenha todas essas respostas, para nunca “trocar gato por lebre”.

Personalidade X comportamento aprendido

O que é personalidade?

A personalidade é a nossa essência, nossa natureza, aquilo que a gente faz sem nenhum esforço, de forma espontânea e natural. Assim, ao olhar para a personalidade, vemos o que a pessoa tem como característica abundante para lidar com o desafio.

personalidade é formada na infância, até os 2, 7 ou 14 anos, dependendo da teoria de referência. Ela possui alto nível de estabilidade. Dessa forma, uma vez estabelecida, ela só muda em situação de trauma ou grande impacto e mesmo assim nem sempre. Sendo ela o natural da pessoa, é um preditor robusto e confiável do que pode ser feito de forma natural, espontânea e com menor esforço. Portanto, competir usando o que há de abundante na personalidade coloca o profissional em situação de vantagem. Porque à medida que a pessoa faz aquilo que lhe é espontâneo, seus resultados tendem a ser superiores, assim como sua satisfação.

A formação da personalidade
Imagem 1 – A formação da personalidade

Quando um teste de personalidade é recomendado?

O teste de personalidade deve ser utilizado como base para identificar potencial, descobrir como a pessoa é de fato, entender suas fortalezas e sua melhor posição de jogo. Ele pode ser contratado tanto pelo profissional para refletir sobre a própria carreira quanto pelas empresas na gestão de seus times, em situações de seleção, promoção e sucessão, sendo um apoio mensurável e confiável da estratégia.

O que é comportamento aprendido?

O comportamento pode ser aprendido. Assim, para lidar melhor com a sociedade a qual pertencemos, moldamos o comportamento  ao contexto e seguimos ajustando nossas atitudes ao longo do tempo. Isso é sinal de aprendizado e maturidade. Entretanto, a necessidade de se ajustar sempre ao ambiente demanda um gasto extra de energia que poderia ser usada com outro foco. Há um aumento relevante do desgaste físico e emocional quando se faz necessário ‘interpretar constantemente um personagem’, deixando de ser você mesmo. Em síntese, é como esticar um elástico, ele vai até certo ponto, passou daquilo, arrebenta. Ao contrário do que acontece quando você lida com os desafios que são coerentes com seu perfil natural. E é isso que o teste comportamental avalia.

Então quando interpretamos um personagem, isso durante meia hora por dia, exige algum esforço, mas tolerável, especialmente se temos um objetivo por trás. O problema começa quando o ‘nadar contra a correnteza’ é feito o dia todo, durante um longo período. O ser humano é inteligente e aprende, mas sustentar a encenação requer um nível altíssimo de energia. Ao buscar ser outra pessoa, termina-se o dia exausto e infeliz.

Além disso, por mais que alguém seja capaz de adaptar os comportamentos, indo contra a própria natureza, vamos lembrar que estamos em um estado permanente de competição. Assim, quem teria maior chance de se destacar no mercado, um profissional que tem grande gasto de energia e tempo para fazer aquilo e mesmo assim entrega um resultado mediano ou um outro profissional que tem facilidade no que faz (com pouca energia e menor tempo) entrega um resultado superior?

Quando um teste comportamental é recomendado?

Um teste comportamental é adequado quando se busca saber como o profissional aprendeu a se comportar em determinada situação ao invés do que realmente ele é e se sente naturalmente.

No teste comportamental o mapeado vai mostrar a bagagem adquirida, independente do esforço necessário para fazer aquilo. Por esse motivo, é importante que saber que um teste comportamental é ineficaz para identificar potencial. Ele é sem efetivo para identificar prontidão. Só que sem saber do potencial, o que parece adequado corre o risco de despencar logo a frente.

Personalidade X comportamento aprendido.
Imagem 2 – Personalidade X comportamento aprendido.

L.A.B.E.L., o melhor teste de personalidade do mercado

O L.A.B.E.L. é a ferramenta mais eficaz e assertiva de mapeamento de personalidade. Assim ele permite que o profissional tenha um profundo conhecimento sobre as pessoas do time, cliente, candidatos e futuros talentos. Identifique e analise a relevância dos pontos fortes e os de menor evidência em cada indivíduo a fim de mensurar a capacidade real do avaliado na entrega de determinado objetivo.

Esse teste de personalidade faz com que o processo de conhecimento do aplicador sobre o mapeado seja extremamente acelerado. A etapa que geralmente demora entre 3 à 4 sessões em um processo de coaching ou mentoria convencional, com o uso do L.A.B.E.L. o aplicador sai da primeira sessão já conhecendo seu mapeado em profundidade.

Por fim, o melhor de tudo, uma vez respondido o teste, as informações obtidas nele são para a vida inteira, visto que a personalidade raramente muda. Gerando economia de tempo, dinheiro e energia!

Então saiba mais sobre o L.A.B.E.L.L.A.B.E.L., o teste psicométrico mais completo e

Publicado em Setembro de 2021.

AUTORA [Danielle Amate]
Relações Públicas pela UEL e pós-graduanda em Influência Digital. Atuou com rede de franquias e nos seguimentos de saúde, metalurgia e telecomunicações. Realizando ações de marketing, social media, relacionamento com os públicos, eventos e atendimento.
VOLTAR
Cadastre-se e receba
novidades em seu e-mail