[

5 dicas para integrar o novo líder

]
[ Home > Blog > 5 dicas para integrar o novo líder]

Sempre ouço de nossos clientes, na sua maioria heads de grandes áreas, que é difícil saber o que fazer para que um novo líder chegue ‘jogando o jogo’. Para ajudar nesse período difícil, veja as 5 dicas que separei para a integração do novo líder.

Antes de mais nada, vamos lembrar que para fazer essa chegada ser bem-sucedida, o processo seletivo precisa ter se atentado além da bagagem, experiência e formação do candidato, mas também ao perfil.

Se o potencial foi identificado de forma correta e foram encontradas as características essenciais para o cargo, já temos meio caminho andado!

Além disso há inputs do Livro ‘Os Primeiros 90 dias’ do Michael Watkins‘. Esse que recomendo fortemente a leitura.

Dicas de integração

Veja minhas 5 dicas práticas para a integração do novo líder:

1. Para começar, é importante voltar um pouco atrás e pensar em sua própria chegada a essa empresa e em como foi seu processo de integração. Com certeza você ficou inseguro, pensando o que poderia fazer para ‘mostrar a que veio’. Lembre-se que você também já passou por isso, então minha primeira dica é: AJA COM EMPATIA.

2. O livro cita várias artimanhas para que esse período seja o mais produtivo possível. Sim, eu disse possível, uma vez que são aprendizados num curto espaço de tempo. Mudar o mindset ou ‘virar a chave’ é um processo que exige tempo. Então, você como gestor deve trazer inputs sobre como as coisas acontecem na prática, fazer a pessoa experimentar já participando das responsabilidades, o que também acrescenta na adaptação a cultura.

3. Mas calma! Espere poucas contribuições no início, ele deve estar mais como ouvinte do que como participativo. Como garantir ganhos iniciais? É fundamental que desde a primeira semana você faça pequenos acordos de metas para aquele mês. Só assim se garante que os dois lados saibam para onde estão indo, deixando claro quais são as expectativas reais.

4. Como responsável pela área, deixe a cargo do novo líder fazer as interpretações, observações e leituras imparciais da equipe dele. Levar inputs sobre as pessoas está fora de questão. Deixe espaço para que ele tire as próprias conclusões de quem sai e de quem fica, depois desses 90 dias.

5. Por fim: É importante que ambos mantenham o equilíbrio emocional. Pouco adianta pressão no começo, os dois precisam de muita interação e atenção para a criação de vinculo entre si. Portanto, dedique tempo para estar próximo do líder, apoiando e acreditando que ele é capaz de fazer acontecer. Lembre-se, esse é apenas um período de mudança.

Você tem alguma dica, algo que já praticou em sua experiência? Conte pra gente!

Publicado em Fevereiro de 2019

AUTORA [People ]
VOLTAR
Cadastre-se e receba
novidades em seu e-mail